Noticia Regional

Estádios precisam ser regularizados para o Parazão

11/01/2017 12:59:28

A questão de regularização dos laudos liberatórios dos estádios de futebol, para a disputa do Campeonato Paraense, é uma novela cujo enredo tem se tornado repetitivo no decorrer das temporadas. Após alguns anos, onde às vésperas da disputa do Re-Pa, o Mangueirão ainda tinha pendência nos laudos liberatórios, esse ano a Federação Paraense de Futebol estabeleceu uma data para apresentação de toda documentação: 17 de janeiro. 

 

 “Esse é o limite para que os clubes apresentem os laudos pendentes. No momento, apenas dois estádios no Estado estão aptos a receber jogos”, confirma Claudio Santos, diretor de segurança da FPF. Os dois estádios liberados até o momento são o Leônidas Castro, do Paysandu; e o Zinho Oliveira, onde o Águia de Marabá manda seus jogos. O Mangueirão ainda tem problemas. “A visita prévia apontou algumas pendências nas áreas de segurança, prevenção e combate a incêndio. A direção do estádio está providenciando”, afirma Santos.

 

INVERSÃO DE MANDOS

 

“Não aceitaremos a prática de inversão do mando de campo. Tanto por uma questão de regulamento, quanto de logística, onde uma mudança do tipo comprometeria tudo. Caso uma equipe não apresente seus laudos completos no prazo para a partida, o jogo será realizado no seu estádio de portões fechados”, sentenciou Claudio Santos.

 

Estado gasta R$ 2,9 milhões com o Parazão

 

A manhã de ontem marcou a reunião final entre Federação Paraense de Futebol e representantes do Estado para acertar os detalhes pendentes para o acordo de transmissão e patrocínio do Campeonato Paraense 2017. No próximo dia 20 de janeiro está prevista a assinatura de contrato entre os 10 clubes participantes e o Executivo Estadual.

 

Após a reunião, ficaram determinados os valores investidos na competição. O Estado, via Funtelpa, pagará pelos direitos de transmissão R$ 2,9 milhões. Além de confirmar a cota de patrocínio para competição, o Banpará confirmou a situação envolvendo o Paysandu, que por ter cota de patrocínio com outro banco, a Caixa, não terá direito a receber os valores do banco estadual. O valor que seria destinado ao Paysandu será repassado à Federação Paraense de Futebol

 

Agenda do Parazão 2017

 

O Parazão 2017 terá a participação de 10 times, com início previsto para o dia 28 de janeiro - quando se realizará a partida entre Paysandu x Castanhal, no Estádio da Curuzu, às 18h30 - e término previsto para o dia 7 de maio.

 

(Taion Almeida/Diário do Pará)






Av. Almirante Barroso,2190, 3° andar. Marco

© Copyright 2011-2014 | Rádio Clube do Pará - Todos os direitos reservados